bioplastia

IN ES BR

Central de Atendimento

AGENDAR CONSULTA

De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Sábado, das 9h às 14h.

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação empresa CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

O que é bioplastia

Entenda como é realizada uma bioplastia

A bioplastia é uma técnica infiltrativa para criar ou repor volume, usada em planos profundos, especialmente abaixo da musculatura e junto do osso. Seu procedimento é minimamente invasivo, porque é realizado através de uma microcânula – uma agulha fina, flexível e sem ponta – e o paciente pode voltar a rotina no mesmo dia.

Uma alternativa à cirurgia plástica, a bioplastia surgiu na década de 1990, idealizada pelo médico alemão Gottfried Lemperle. Sua aplicação é realizada com uma técnica especialmente desenvolvida para procedimentos estéticos, com mais rapidez e menor agressão para o corpo do paciente. A microcânula não causa cortes ou deixa cicatrizes, permitindo que o uso de substâncias biologicamente compatíveis realizem tratamentos semelhantes aos de uma cirurgia plástica.

Como é realizada a bioplastia

Após uma avaliação médica, obrigatoriamente presencial. O médico ouve as intenções do paciente, estuda seu histórico e avalia suas condições físicas para poder sugerir como deve ser realizado o tratamento. Nessa primeira conversa o médico avalia qual vai ser o tratamento, qual o preenchedor utilizado e sua quantidade e a possibilidade de combinar tratamentos para atingir o objetivo.

A bioplastia só pode ser realizada por médicos em ambiente higienizado e com alvará da vigilância sanitária. A Clínica Leger Porto Alegre possui o ISSO 9001:2008 para aplicação de preenchimentos faciais e corporais.

Após uma higienização da pele, é aplicada uma anestesia local é realizado um furo com uma agulha normal, onde uma microcânula será inserida para começar o preenchimento. Após a aplicação o paciente recebe algumas recomendações e precisa voltar dentro de sete dias para uma consulta de revisão.

É possível tratar as rugas através da bioplastia, não só da toxina botulínica. A toxina impede que a ordem de contração das rugas chegue ao cérebro, podendo causar uma aparência congelada e artificial. O princípio da bioplastia é mais simples, preenchendo os sulcos das rugas e deixando uma aparência mais natural.

Os preenchedores

Uma característica chave para a bioplastia é o uso de produtos biocompatíveis, substâncias que possuem potencial estético e reparador e são biologicamente compatíveis com o corpo humano. Existem quatro preenchedores liberados pela Anvisa (os únicos que a Clínica Leger trabalha): ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio, ácido polilático e polimetilmetacrilato.

Presente no corpo humano, o ácido hialurônico pode ser encontrado nas células do nosso organismo, contribuindo para a produção de colágeno. Com a idade sua produção começa a diminuir, sendo essa uma das causas do surgimento das rugas e flacidez. Suas propriedades fazem com que esse composto seja melhor aceito pelo corpo, onde ele é absorvido em cerca de um ano.

A hidroxiapatita de cálcio é o principal componente dos ossos. Ela é usada principalmente em lifting dos terços médio e inferior do rosto, ajudando a sustentação. O organismo a absorve em cerca de 18 meses.

O ácido polilático é um produto sintético que, quando diluído em água, estimula a produção de colágeno e o aumento gradual de volume dos tecidos. Levam de seis a oito semanas para que as modificações desejadas se concretizem, e leva dois anos para o produto ser absorvido.

A substância mais usada na bioplastia é o polimetilmetacrilato (PMMA). Substância simples e sintética, ele permite aumentar glúteos, lábios, definir contorno das maças do rosto, linha de mandíbula, nariz e queixo. Ele é usado na área da saúde desde os anos 1930, desde 1990 em procedimentos estéticos e de reparação. Esse produto foi aprovado pelo órgão regularizador dos Estados Unidos em 2006 e pela ANVISA em 2007. Ele também é usado em larga escala na Colômbia e Peru.

A fórmula do PMMA utiliza um coloide como veículo, transportando o produto na forma de microesferas sólidas e de superfície lisa, com diâmetro de 40 e 50 micras (1 mm = 1000 micras). Esse tamanho e forma preservam as características da substância e evita a absorção por macrófagos. O PMMA é encontrado em três concentrações: 2, 10 e 30%; o restante do produto é composto por um gel de carboxi-metilcelulose, que evita que as esferas se aglomerem e facilita a aplicação com a microcânula. À medida que o coloide é absorvido pelo corpo, o PMMA é envolto por um tecido conjuntivo rico em colágeno.

Saiba mais sobre bioplastia.

Entenda como a microcânula é usada na bioplastia.

*As Clínicas Leger NÃO realizam os procedimentos de bioplastia de panturrilha, bioplastia de mamas e bioplastia de tornozelo. Qualquer referência a eles será apenas de caráter informativo.


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife